Fronteira é tema discutido por Maluf e Wellington Fagundes

01/07/2015 14:50

 

Wellington Fagundes vistou o presidente da Assembleia Legislativa
 

 

DE CUIABÁ
 
O presidente da Assembleia Legislativa, Guilherme Maluf (PSDB), recebeu a visita do senador Wellington Fagundes (PR) na segunda-feira (29), e durante o encontro, decidiram promover dois amplos debates: uma audiência pública para debater a ferrovia Transcontinental, que pretende ligar o Brasil, Peru e China, e um encontro internacional para debater a fronteira entre Brasil e Bolívia. Também discutiram a situação do Aeroporto Marechal Rondon.
 
Maluf afirmou que a integração entre a Assembleia Legislativa e Senado é fundamental para discutir políticas públicas para Mato Grosso.
 
“Trocamos informações sobre prioridades para o Estado, estamos planejando a audiência para discutir a Transcontinental, obra importante para o desenvolvimento do Estado. Também vamos construir juntos, um evento internacional promovido pelo Senado e Assembleia, sobre temas importantes para Mato Grosso e Bolívia, como a segurança na fronteira seca, a questão dos médicos brasileiros e de Mato Grosso que estudam no país vizinho, a saúde sanitária”, explicou Maluf.
 
Outro tema discutido entre presidente da Assembleia Legislativa e senador foi o aeroporto Marechal Rondon, considerado o pior do país. Em maio, o governo do Estado e a Empresa de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) assinaram um termo aditivo que prorroga o convênio referente às obras de reforma e ampliação por 12 meses.  
 
“Temos uma grande demanda para essa obra ser retomada de fato pela Infraero, o senador disse que vem acompanhando isso e nós vamos conversar com o governador Pedro Taques (PDT) para saber se ainda há algum impedimento para que haja a retomada das obras pelo Governo Federal”, argumentou Maluf.  
 
O senador lembrou que o encontro foi importante para buscar soluções sobre temas que cabem ao Poder Legislativo. “É interessante que possamos apoiar a ação do outro, a bancada federal, o Senado e Assembleia Legislativa estarem em sintonia. Quanto ao aeroporto, é preciso concluir as obras e fazer com que seja efetivamente internacional, pois o Brasil está de costas para o Mercosul, precisamos integrar mais através de ações, por exemplo, com uma via aeroviária que possamos fazer essa integração”, disse Wellington Fagundes.
A fronteira seca entre Brasil e Bolívia também será amplamente debatida. “O governo federal precisa intensificar a parceria com o governo estadual, e por isso essa integração entre a Assembleia e o Senado são importantes”, disse o senador.
 
Na questão logística, o senador falou também sobre a duplicação da divisa de Mato Grosso do Sul até Sinop e a conclusão da rodovia dos imigrantes.
 
“Temos algumas ações que precisamos desenvolver, pois muitas vezes acontecem as obras e não se discute com a sociedade e de repente não é a contento da população que está e vive na localidade. Estas ações legislativas precisam ser feitas, a Assembleia discute, vota projetos diariamente, e muitos desses podem ter interesse nacional, então essa relação de construção da parceria é interessante”, afirmou o republicano.
 
Também participou do encontro o deputado estadual Mauro Savi (PR).

Kleverson Souza